Os arrotos são a eliminação de gases pela boca, e uma pergunta sempre aparece, arrotar faz mal? Porém é importante dizer que arrotar não faz mal, desde que espontaneamente, é uma pratica normal do organismo, assim como eliminar de gases através dos flatos (o famoso “pum”).

Arroto Forçado

No entanto o arroto forçado esse sim faz mal ao organismo, pois ao forçar um arroto (como quando se toma um refrigerante, por exemplo) você você ingere ar atmosférico, que possui nitrogênio, que é um gás mais leve, que por sua vez não consegue ser digerido junto com os outros gases mais pesados, dessa forma ele continua no estômago, trazendo a sensação de barriga inchada, incomodo, e até mesmo dores no peito, as famosas “pontadas no coração“, além disso traz a flatulência, pois esse ar mais leve acaba saindo do corpo em forma de “pum“, ao invés de um arroto espontâneo, que seria o correto, portanto arrotar faz mal se for forçado.

Arrotos forçados com refrigerante

Como evitar os arrotos?

Para evitar os arrotos é um necessário seguir algumas dicas, porém como dissemos, o arroto espontâneo é normal, mesmo assim praticas e alimentação saudáveis ajudam a controlar a eructação.

  • Evite bebibdas gaseificadas (refrigerantes) e bebidas efervecentes, caso as tome é importante fazê-lo em pequenos goles, de forma a alimentar o máximo os gases da bebida.
  • Alimente-se mastigando bem a comida, comendo devagar, e principalmente de boca fechada, falar enquanto se come aumenta a ingestão de gases atmosféricos que provocam incomodo, barriga inchada e arrotos.
  • Mastigar chicletes também pode aumentar a ingestão de gases atmosféricos no estômago, ainda mais se feito de boca aberta, além disso a degustação de chicletes aumenta a salivação que provoca o aumento de líquido digestivo na barriga e produção de gases estomacais.
  • Evite fumar, esse hábito além de prejudicial a saúde, aumenta a ingestão de ar em excesso no estômago, provocando arrotos.
  • Alguns alimentos podem elevar a produção de gases estomacais que provocam arrotos, portanto evite feijão, lentilha, couve-flor, cebola, repolho e até mesmo algumas frutas como maçã, pêras e pêssegos.
  • Mude alguns hábitos como deitar após as refeições, ingerir grande quantidade de comida, e comer alimentos gordurosos que podem trazer inchaço e azia ao estômago, provocando mais arrotos.
  • Beba chá de ervas após as refeições, chás de camomila, gengibre, e hortelã ajudam a diminuir gases estomacais, e assim evitando arrotos.

Bater nas costas de bebês ajuda na eliminação dos gases estomacais, que podem levar a cólicas, e é uma pratica correta e importante.

Vale ainda ressaltar que dores abdominais e queimação no estômago podem levar ao arroto, porém deve ser investigado por um médico, pois estes podem ser sintomas até mesmo de úlcera. Caso você sofra de arrotos crônicos, não deixe de procurar a orientação de um médico.

Fontes: Drauzio VarellaMedicina, Mitos e Verdades e Wiki How